You must to enter or to register your account before to support this idea.

Ta ligado

Ganhando 2500 reais por mês, um casal na periferia paulistana consegue melhorar consideravelmente a sua condição de vida, isso é só um pequeno passo. Desejamos criar um call center com salário base (fora a variável de qualidade) de 1250 reais na região periférica de São Paulo. O call center vai ser na região periférica para facilitar o acesso ao trabalho para as pessoas com deficiência de mobilidade que moram nas periferias, para economizar 50 dias ao ano gastos, em média, para se deslocar até o trabalho. Queremos ser uma porta de entrada das pessoa da periferia ao mercado de trabalho, dar capacitação e desenvolver os profissionais para alcançar melhores postos de trabalho e com uma melhor remuneração. Mais tempo, mais proximidade da família e comunidade, um salário um pouco maior e capacitação profissional é algo possível, viável e que pode melhorar significamente a vida de um morador da periferia, essa é a nossa proposta.
Desenvolvimento de projetos
Não
Problema Social que ele pretende resolver
Inclusão ao mercado de trabalho para os moradores das periferias que acabaram não tendo um bom acesso a educação basica e de universidade.
Como funciona o seu negócio
Através de desenvolvimento profissional prático. Vamos contratar as pessoas da periferia, e vamos dar capacitações e treinamentos dentro da empresa para desenvolver pessoal e profissionalmente os colaboradores, preparando eles para melhores oportunidades.
Como é o modelo de sustentabilidade financeira do seu negócio?
A empresa via vender serviços de atendimento e relacionamento ao cliente para empresas. A nossa intenção é oferecer o nosso serviço para empresas que causam impacto social, cultural e ambiental positivo.
Viabilidade financiera
A nossa premissa é que manter um cliente custa 5 vezes menos do que adquirir um novo, além disso, vamos capacitar os nossos atendentes com a Comunicação Não-Violenta, ofertando um atendimento diferenciado e empático.
Riscos
Atendimento ao consumidor robotizado. O nosso negócio vai competir com atendimentos mais econômicos do que o nosso, por isso, precisamos no posicionar e saber muito bem quando que o nosso serviço faz a diferença.
Equipe
- Renan Galvão de Carvalho. Graduado, em Propaganda e Marketing, Pós em Economia Criativa e Colaborativa, empreendedor social. - Michele Ferreira: Larga experiência em call center, moradora da periferia e líder comunitária.
Escalada
Investimento inicial.
Qual seu principal objetivo ao participar do Yunus Challenge?
Conseguir mentoria para realizar o projeto, participar do colaboramérica e materializar um negócio que pode facilmente causar um impacto social positivo em áreas de vulnerabilidade sócio-educacional.
Image gallery

Do you think this idea
is positive for the world?

Support idea

Give your support to "Ta ligado"

Collaborate

Sign up or sign in to help Renan improve his proposal

Sign up or sign in to comment this proposal

Sign up or sign in to report this comment

Do you think this idea
is positive for the world?

Support idea

Give your support to "Ta ligado"